A PAR é uma plataforma de organizações da sociedade civil portuguesa, para apoio aos refugiados, na presente crise humanitária.

Está em curso a maior crise de refugiados desde a IIº Guerra, situação de uma enorme complexidade, para a qual não existe uma resposta simples, nem uma solução isenta de riscos e efeitos perversos.

Há a noção da urgência da ação humanitária, que pede uma resposta imediata de acolhimento aos refugiados, sem ignorar as intervenções com impacto a médio-longo prazo, como a estabilização política, económica e social das zonas de crise.

Depoimentos sobre a PAR

"Quero um país de que possa fazer parte, um país ao qual possa pertencer. Uma cultura, uma civilização. Não é pela comida nem pelo dinheiro, é pela liberdade. Pela liberdade de espírito, pela educação. É para poder fazer parte do mundo cívico."

− Refugiado Sírio

Foto: © UNICEF MK 2015 Tomislav Georgiev

NÚMEROS

4.597.436

DE REFUGIADOS QUE FOGEM DA GUERRA

CERCA DE METADE SÃO CRIANÇAS // Desconhece-se o número de refugiados Sírios que atravessaram as fronteiras sem se registarem mas estima-se que sejam algumas centenas de milhares.

12,2

PESSOAS DENTRO DA SÍRIA QUE PRECISAM DE AJUDA HUMANITÁRIA
Destas, 7,6 milhões estão deslocados internamente

14
CRIANÇAS AFETADAS PELA VIOLÊNCIA NA SÍRIA E SUB-REGIÃO
5,6
CRIANÇAS NO INTERIOR DA SÍRIA QUE PRECISAM DE ASSISTÊNCIA HUMANITÁRIA
4,8
PESSOAS QUE VIVEM EM ZONAS DE ACESSO DÍFICIL NO INTERIOR DA SÍRIA

Destas, 2 milhões são crianças

Foto: © UNICEF/UNI195502/Klincarov

http://www.refugiados.pt/wp-content/themes/salient/css/fonts/svg/basic_heart.svg

DESAFIO

Coloca-se o desafio de uma resposta europeia solidária e eficaz que evite os egoísmos nacionais, que não aumente a xenofobia e que seja útil.

http://www.refugiados.pt/wp-content/themes/salient/css/fonts/svg/basic_flag2.svg

PORTUGAL

Portugal está – por enquanto – afastado do centro do problema, podendo ter a tentação de o “ignorar“. Acresce que vive um período eleitoral, com as condicionantes daí decorrentes.

http://www.refugiados.pt/wp-content/themes/salient/css/fonts/svg/arrows_rotate_dashed.svg

SOCIEDADE CÍVIL

Existem instituições da sociedade civil com vontade, disponibilidade e experiência no acolhimento de refugiados / migrantes que, através de um modelo colaborativo e articulado, poderiam dar um contributo para este desafio, em complementaridade com a ação do Estado.

Notícias

Notícias

Ver mais…
Setembro 26, 2017 em Notícias

PAR no debate organizado pelo JRS Portugal

A PAR esteve presente no debate organizado pelo Serviço de Jesuítas aos Refugiados Portugal “Hospitalidade em Ação: Visão Global e Local no Acolhimento de Refugiados”, no passado dia 25 de setembro. O encontro de reflexão decorreu no CATR (Centro de Acolhimento Temporário para Refugiados da Câmara Municipal de Lisboa) e…

Ler Mais
Setembro 23, 2017 em Notícias, Sem categoria

PAR GALARDOADA COM O PRÉMIO DO CIDADÃO EUROPEU

A 22 de setembro a Plataforma de Apoio aos Refugiados (PAR) recebeu o «Prémio do Cidadão Europeu 2017», atribuído pelo Parlamento Europeu e que visa reconhecer pessoas ou organizações que promovem a integração europeia e a compreensão entre os povos.

Ler Mais
Setembro 18, 2016 em Eventos

Apresentação PAR Grécia

A toy terrier, Nissan note 1.6 acenta opinie, Fabricacion nissan qashqai

Ler Mais
Julho 7, 2016 em Notícias, Sem categoria

Ou todos ou Nenhum a favor da PAR

Nomeado para Prémio de Melhor Primeiro Filme (CÉSAR 2016), Ou Todos Ou Nenhum é uma comédia francesa que aborda com humor a história verídica de uma família de refugiados pela voz do comediante Kheiron. Ator principal, realizador e argumentista nesta que é a sua primeira produção, Kheiron narra as venturas... Ler Mais

Sobre a PAR

Ver mais…

CD Take My Coat

Adquira aqui

Como Ajudar

Ver mais…